Por SPC Brasil

O Indicador de Confiança dos micro e pequenos empresários de varejo e serviços (MPEs) calculado pelo Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil) e pela Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL)registrou 52,5 pontos em fevereiro de 2017, sendo este o maior resultado da série histórica, iniciada em maio de 2015. Ainda assim, o número demonstra otimismo moderado: quanto mais próximo de 100 está o indicador, mais otimistas estão os empresários, e quanto mais próximo de zero, menos confiantes eles estão. O indicador é considerado otimista quando marca mais de 50 pontos e pessimista ao marcar menos de 50; caso marque 50, é considerado neutro. Na comparação com fevereiro de 2016, quando marcou 43,0 pontos, o indicador avançou 9,5 pontos. Já na comparação com janeiro de 2017, o aumento foi de 1,5 ponto. Em termos percentuais, a variação anual foi de 22,1% e a mensal de 2,9%.

Para o presidente da CNDL, Honório Pinheiro, a melhora da confiança coincide com diversas medidas que o governo está colocando em pauta para retomar o crescimento do país. “Notícias positivas como recuo da inflação, aceleração no corte de juros aliadas à liberação de recursos do FGTS podem favorecer os setores de comércio e serviços, uma vez que estes recursos poderão ser destinados ao pagamento de dívidas e ao consumo, aliviando assim a inadimplência e impulsionando as vendas”, explica.

 

Fale com a gente

(075) 3602-3636

CDL - FEIRA DE SANTANA

Praça Monsenhor Renato Galvão, nº 173  
CEP: 44002-120 - Feira de Santana - BA.

 

 

Desenvolvido por